quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Um Empadão de Sobras de Cozido

Nesta trilogia número cento e quinze foi a minha vez de cantar o tema aos trilógicos Ana e Luís: comida rápida, a que se faz quando não há tempo para mais. E lembrei-me do famigerado dia depois dum cozido em que parece que as sobras se reproduziram durante a noite. Montes de coisas cozidas, a pedirem refundição. Da sopa ao farrapo velho há muito caminho para rapidamente se transformar sobras irritantes num delicioso prato.


Optei por fazer um empadão, que até podia ter sido feito com todas as sobras, mas aqui utilizei apenas as carnes e os enchidos. Passei as carnes e enchidos pelo moinho (não, a bimby não serve, já que transforma a carne numa papa nojenta) e juntei um pouco da gelatina que se formou no caldo da cozedura das carnes. Reservei, enquanto meti umas batatas a cozer (podia ter aproveitado as sobras dos vegetais do cozido). Esmaguei-as com um garfo, juntei um pouco de manteiga e envolvi. Juntei uns ares de noz moscada, leite e fui envolvendo com o garfo até obter um puré húmido.

Deitei metade do puré num tabuleiro de grés, cobri com as carnes e rematei com o resto do puré. Finalizei com queijo parmesão ralado e umas lascas de manteiga e levei ao forno pré-aquecido a 190º C até dourar. Servi com uma salada de alface, temperada com flor de sal, sumo de limão e bom azeite. 


Sendo comida de aproveitamentos, é rápida, demora menos de meia hora e sai um prato de bom efeito. Há coisas mais rápidas? Há, naturalmente, mas confort food assim em meia hora, há pouca :)

5 comentários:

  1. Parece muito bom, embora mais adequado ao tema "aproveitamentos" e não tanto comida rápida, cujo pressuposto me parece ser do "nada" (e por nada entenda-se nada cozinhado), fazer algo bom. Nesse aspecto, a receita do Luis parece-me mais conseguida.
    Mas saborearia, de bom grado, qualquer delas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo em absoluto, a proposta do Luís está excelente e a minha apenas a raiar a resposta burocrática, mas esta semana não deu para mais :)

      Eliminar
  2. É o que chamo de aproveitamentos numa cozinha bi rápida: no planeamento e na confeção.
    E eu que nunca sei o que fazer ás sobras do cozido...
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tens que começar a fazer folhados :)

      Eliminar
    2. Faria, faria... terei de aprender a gostar!

      Eliminar