segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Não-Bife de Vitela

Bem, de vez em quando é difícil resistir a um bife com batatas fritas... No entanto não me apeteceu; preferi fazer uma cama de azeite e cebola, juntar os bifes, tomate, pimento e deixei estufar. Fritei batatas e acompanhei com um Vinha Paz 2001 (ainda em boa forma)




quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

sábado, 22 de dezembro de 2007

Vitela Assada no Forno

Ontem o jantar foi uma vitela no forno com batatas assadas. A acompanhar um Esporão Reserva de 1997, em muito boa forma. Belo jantar...


sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Tigelada

A Tigelada é um doce feito com ovos (6) batidos com açucar (200 g); adiciona-se leite (0.50 l), raspa de limão e canela e leva-se em tacho de barro ao forno a cozer (200º C durante 45 m), tendo cuidado para não deixar queimar.




_servir frio (acompanha bem com um Late Harvest da Quinta da Alorna).

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Sarrabulho à Moda da Beira

_o Sarrabulho à moda da Beira é completamente diferente dos rojões à moda do Minho, apesar de se basear também na carne e sangue de porco;

_assim, num tacho, deitar um pouco de banha de porco e carne de porco em cubos e deixar apurar em lume muito brando durante 30 minutos; junta-se cebola às rodelas,alho, sangue de porco cozido, figado de porco em cubos, sal, pimenta, vinho branco, colorau, alguns cravinhos e cominhos e deixa-se apurar em lume brando.









_serve-se com batata cozida e grelos cozidos (neste caso, foi a bela da couve, um pouco mais ácida)

_sugiro um "peso-pesado" a acompanhar como um Quinta de Foz de Arouce Vinhas Velhas de Santa Maria 2003.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Sável de Caldeirada






_o sável, nesta altura do ano é capturado no mar; este estava delicioso.
_o vinho escolhido foi um Alvarinho bastante razoavel.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Caves de São João e a Quinta do Poço do Lobo


Estes vinhos eram bastante fáceis de encontrar há dez anos atrás,









_o Bairrada (Baga e Moreto de Cantanhede) de 1990;














_o Cabernet Sauvignon de 89;




















_o Arinto (branco) de 91;










Depois "desapareram" de circulação, mas parece que a marca vai ser reeditada.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Leitão à Bairrada

Acho que comi leitão assado no forno à moda dita da Bairrada em todos os casamentos a que fui (a maior parte no Verão). Sempre depois de ter comido entradas, sopa e dois ou três pratos e sempre acompanhado com batatas fritas, rodelas de laranja e salada. Sempre com espumante branco (a maior parte das vezes meio-seco). Resumindo, de todas essas vezes não saboreei o bácoro, que, quando bem escolhido e preparado é uma delícia.
Lembro-me também de algumas vezes ver (e ajudar) o dito bicho a ser preparado. Escolher um com cerca de 10 quilos (com menos tem demasiada gordura e com mais a carne tem tendência a ficar seca), limpar o dito, estoná-lo, barrá-lo pelo interior com uma pasta feita com banha de porco, alho, sal e pimenta, coser a barriga, levá-lo ao forno de lenha, ir borrifando a pele com vinho branco, controlar a assadura, tirá-lo do forno e servir bem quentinho... como refeição principal (de preferência com tempo frio), acompanhado simplesmente com batatas cozidas com pele cobertas com o molho e um bom vinho tinto da Bairrada. Este é o "meu" leitão.























_e este Quinta das Bágeiras Garrafeira 95 é uma das melhores companhias para o belo do Leitão.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Sobremesa de Diospiros e Doce de Abóbora

















_deitei seis ovos e cerca de 300 gr de açucar numa taça;





















_abri três diospiros bem maduros;
















_bati o açucar com os ovos até obter um creme; juntei os diospiros;

















_juntei um bocadinho de farinha de trigo (uma colher de sopa rasa);

















_levei ao forno a cozer a 200º C durante um quarto de hora (ficou tostado por cima e meio crú por dentro);

















_retirei do tabuleiro, juntei duas colheres de sopa de doce de abóbora e deitei numa taça;








_ficou assim uma espécie de pudim desfeito, com o doce de abóbora a ligar maravilhosamente com o sabor dos diospiros;

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Arroz de Polvo





















_costumo comprar polvo galego congelado (pois é, espanhol e tal...) e ponho-o a cozer num tacho com um fundo de água e uma cebola; quando a cebola está cozida, o polvo também já cozeu;
_corto o polvo em pedaços e reservo a água da cozedura;
_noutro tacho, alouro alho e cebola em azeite, junto tomate, pimento, o polvo (e às vezes umas rodelas de chouriço ou cubos de bacon) e deixo estufar; vou juntando a água da cozedura do polvo e o arroz (normalmente uso arroz carolino, parece-me que é o que melhor absorve os sabores, embora seja preciso controlar com mais rigor o tempo da cozedura) e tempero (sal, pimenta e molho tabasco);
_se estiver para aí virado, quando o arroz está quase cozido, tiro do tacho e deito tudo para um tabuleiro de barro pré-aquecido no forno (a 170º) e levo-o a acabar de cozer no forno... (não foi o caso).





















_acompanhou com um João Portugal Ramos Syrah 2006





















segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Bolo de Chocolate

_já andava há bastante tempo para fazer um bolo de chocolate, daqueles estupidamente doces...
















_na semana passada, estava a tomar café quando vi que a "Caras" (não, não leio) tinha um suplemento com receitas para o natal e ano novo... dei uma vista de olhos e descobri esta receita:

"Delícia Crocante

_6 ovos;
_200 g de açucar;
250 g de chocolate (usei chocolate preto da Nestlé);
250 g de manteiga sem sal (usei manteiga com sal...);

_bata os ovos com o açucar até ficarem bem cremosos;
_junte o chocolate previamente derretido em banho maria com a manteiga;
_deite numa forma untada com manteiga e leve ao forno, durante 20 minutos, regulado a 180º: Mesmo que lhe pareça mal cozido retire do forno e sirva frio."


_e pronto, segui escrupulosamente as instruções e o resultado final é este:



sábado, 8 de dezembro de 2007

Rojões de Porco com Puré de Abóbora

















_neste caso escolhi umas fatias da barriga de porco e deixei-as um dia a marinar em vinha de alhos;

















_levei a lume brando a confitar;

















_cozi abóbora em pouca água e juntei um bocado de farinha de milho até obter um puré;

















_no prato...






















_escolhi um Quinta dos Bons Ares 95 que se revelou surpreendentemente jovem para um vinho com 12 anos.

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Dourada Grelhada

















_foi o jantar no outro dia; simples e saboroso, com um belo azeite da Quinta das Tecedeiras e um Vinha da Defesa Rosé 2005.